Valerá a pena ser Professor...?

domingo, outubro 29, 2006

A Aula e Uma Situação que Nos Deixa a Pensar...

O quarto dia de aulas. Hoje pedi para que os alunos continuassem com a ficha de trabalho. Perguntei quem tinha pensado nos exercícios. Só uma das alunas o tinha feito. No entanto, sei que seria difícil os alunos concluírem a ficha, pois eram necessárias algumas técnicas de contagem utéis à realização desta. Então, comecei a aula com a correcção de dois dos primeiros exercícios e seguidamente avançámos para o exercício 3, para o qual era necessário uma tabela de dupla entrada. Admito, que foi difícil fazer compreender aos alunos, como aquilo surgia. Mas de repente, lembrei-me de começar numa ponta da sala e acabar noutra pedindo a participação dos alunos para a construção dessa tabela. Aconteceu que, com esta estratégia eles compreenderam, como as linhas e colunas da tabela surgiam. Posteriormente, passei para um exercício de “tiragem de duas bolas sem reposição”. Claro que, para se perceber as várias situações que podem ocorrer, a melhor maneira de o fazer é apresentar um diagrama de árvore. Foi o que coloquei no quadro, mas ao fim de alguns minutos senti uma frustração enorme por perceber que os alunos não estavam a compreender como aquilo se construía. No entanto, chegou o orientador de estágio, com algumas bolas dentro de um saco para tornar as coisas mais claras e perceptíveis para os alunos. Disse então, aos alunos para adptarem o enunciado do exercício ao número e às cores das bolas que eles estavam a ver. Apesar deste esforço e da tentativa para que eles percebessem a situação mesmo através de materiais manipuláveis, concluí que as dúvidas persistiam... novamente o professor João, interveio e disse, que eu não podia estar a explicar melhor. Mas se eles não compreendiam, era porque não estavam com atenção. Então, o prof. João aproveitou os três últimos minutos da aula para lhes explicar novamente. Os alunos levaram os últimos exercícios da ficha que como T.P.C. Na próxima aula com a correcção da ficha, observarei se os objectivos foram conseguidos. Desta aula posso concluir que: o que parece óbvio para os professores muitas vezes é dificil para os alunos. No decorrer desta aula aconteceu uma situação que muitos de nós no dia-a-dia nem nos apercebemos e, não posso deixar de a referir. Houve um aluno que no decorrer da aula teve de a abandonar, e eu nem me aprecebi porque ele tinha saído. O meu orientador de estágio, depois da aula ter terminado explicou, o que tinha sucedido. Uma indisposição do aluno, porque possívelmente ainda não tinha tomado o pequeno-almoço, àquela hora da manhã. E para a maioria dos leitores diria que esta situação acontece com uma grande parte das crianças e adolescentes das nossas escolas. Mas neste caso ainda é mais complicada, pois este aluno passa fome! E já não é a primeira vez que isto acontece. Senti-me impotente perante isto e , ao mesmo tempo, preocupada e sensibilizada com esta situação, pois questiono-me e deixo a questão no ar, podem vir novas estratégias de ensino, novas tecnologias para tornar as aulas mais aliciantes, mas será que vale a pena tudo isto, se continuarem a existir estes problemas tão graves, e com os quais parece que ninguém se preocupa!

3 Comments:

Blogger Miguel said...

ola sinhora (ritinha)
Está boazinha... espero que sim!
Cá estou eu a melgar-te a cabeça... mas eu sei que gostas :D.
Nós (os teus meninis da explicação estamos cheios de saudades. Quando nos junta-mos falamos sempre da explicação... por seves eram um bocadinho chatas mas muitas vezes eram mais que explicações, eram encontros de amigos que se juntavam para estudar matemática.

Atenção --> o teu estágio tem de acabar no minino com 19,5, se não... ai ai.

Espero que o teu primeiro anos de aulas da "terrivel" matemática corra do melhor...

P.S.: tens de admitir que até gostavas de ter uns poucos alunos como eu na tua turma... ah pois é!

Muitas felicidades e bom ano como professora.


Miguel de Carvalho

4/11/06 12:59 da tarde

 
Blogger nucleo_ribamar said...

Obrigada Miguel pelo teu comentário, fiquei bastante contente com as tuas palavras.
Sabes que tenho um aluno que tem o teu nome?!quando estou nessa turma e falo no Miguel lembro-me de ti.
Sorte a minha ele não ser como tu
;-)
Também já tenho saudades vossas, Felicidades!!!!

5/11/06 1:35 da tarde

 
Anonymous Anónimo said...

que simpatia... como sempre. :X
Dizes que tens um aluno com o mesmo nome que eu... vai ser igual pior que eu... tu vais ver.


:-)

quando poderes paxa pelo meu blog:
http://miguelinhocarvalho.blogspot.com/


FELICIDADES...
Miguel

5/11/06 8:41 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home